MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews The process cannot access the file 'D:\home\site\wwwroot\Visitas2.xml' because it is being used by another process. 2018: 2176173
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Utilizando IP Fixo em Maquinas Virtuais no Windows Azure

Um novo recurso que se tornou disponivel nas novas versões do PowerShell para o Windows Azure são os comandos “StaticVNetIP”. Você pode baixar a nova versão em http://www.windowsazure.com/pt-br/downloads/#cmd-line-tools

Estes comandos permitem que se fixe o IP dentro do range da rede virtual que você já tenha definido, permitindo assim que consiga garantir o IP de cada VM sem a necessidade de fazer o “Start” na ordem fixa todas as vezes.

Passo 1: Saiba os Riscos e Gerencie Seus IPs

Antes de iniciarmos, é importante ressaltar que não há suporte se houver problemas (http://msdn.microsoft.com/en-us/library/windowsazure/jj156090.aspx#BKMK_IPAddressDNS):

“Use DHCP-leased addresses (this is mandatory — static addresses are NOT supported)

Portanto, antes de começar a designar IPs fixos as suas VMs, lembre de manter uma lista dos IPs definidos!

Além disso, não utilize IPs que não estejam no range da sua rede virtual. Por exemplo, a minha rede tem o range 10.0.1.4 a 254 e se eu fixar o IP 10.0.2.4 a uma VM, ele ficará incomunicável e precisará ser excluida.

image

 

Passo 2: Registrar a Assinatura no PowerSell

Este passo é permanente, e basta executar o comando Add-AzureAccount que irá abrir uma janela de autenticação e importará os dados da sua assinatura:

Capture

Para verificar se importou com sucesso use o comando Get-AzureSubscription que retornará os dados da assinatura registrada:

image

Caso precise remover uma assinatura que tenha utilizado no passado para teste, o comando Remove-AzureSubscription é indicado. Se necessário, precisará redefinir sua assinatura padrão, o comando abaixo redefinirá o default:

image

 

Passo 3: Registre o IP de cada VM

Para registrar os IPs lembre-se do que foi comentado no início, é necessário que eles estejam no range da rede virtual que você tenha definido, senão a VM não poderá mais ser acessada e ficará incomunicável.

O comando que utilizaremos para fixar o IP não trabalha com strings, o primeiro passo é usar o comando Get-AzureVM para retornar em uma variável o PermanentID da VM desejada:

image

O comando acima procura a VM “W2012-Exch-3” no catálogo e retorna o ID, e o comando Set-AzureStaticVNetIP abaixo fixa o IP:

image

Obs: Pode-se usar o “pipe |” para executar os comandos na mesma linha se desejado

Porem, note que o comando acima não foi confirmado, apenas como que simulado. O correto é utilizar o Update-AzureVM na sequência para confirmar a alteração, como um commit.

Sendo assim, a sequencia de comandos para alterar as VMs seria como o exemplo abaixo:

image

Note que neste exemplo 3 diferentes VMs tiveram seus IPs fixados e é possivel com o comando Get-AzureStaticVNetIP consultar se a VM fixou o IP desejado:

image

Por fim, ao verificar o escopo de rede no Azure, pode-se ver que as maquinas reiniciadas receberam o IP que fixamos:

ListaIPs

Posted: mar 11 2014, 00:25 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | agosto 2015
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2018: 2176173
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Utilizando Ferramentas Dell com o SCCM

A Dell possui duas ferramentas muito interessantes para integrar com o SCCM.

A primeira é o Dell Command | Configure que permite criar executáveis para configurar os desktops e notebooks da empresa. Disponível em http://en.community.dell.com/techcenter/enterprise-client/w/wiki/7532.dell-command-configure

O segundo é o Dell Command | Warranty que traz online os dados de garantia, atendimento e compra de cada equipamento registrado no SCCM. Disponivel em http://en.community.dell.com/techcenter/extras/m/mediagallery/20441033/download

Dell Command | Configure

É necessário nas empresas ter a segurança padronizada, opções especificas nas maquinas ou padronização de recursos. Por exemplo, habilitar o PXE, TPM, senha de alteração de BIOS, ordem de boot, opções de economia de energia, desabilitar recursos do HW (placas, USB, eSata) e qualquer outra opções existente no BIOS.

Essa ferramenta é muito simples de instalar e utilizar, como pode ser vista a tela principal do console de criação das configurações, sendo as opções:

  • Criar um pacote para qualquer equipamento, o que pode ter opções não existente em todos os equipamentos da empresa
  • Criar um pacote com base no equipamento local, onde apenas o que é do modelo que está sendo usado para o console aparece, util quando todos os equipamentos são padronizados
  • Abrir um pacote já criado para editar ou clonar
  • Histórico dos pacotes criados, editados e exportados

Dell Command-1

Para iniciar a criação de um pacote basta clicar no botão Edit e selecionar a opção desejada:

Dell Command-2

Neste caso configurei a ordem de boot das maquinas para evitar que seja utilizado o DVD ou USB como boot principal. Note que no console temos o botão Add Device que possibilita configurar todos os tipos de device, na ordem desejada.

Dell Command-3

Após as edições, basta clicar no botão Export Config para salvar o pacote com o objetivo de depois poder alterá-lo ou Export .EXE para gerar o executável e o arquivo sh que contem os metadados para ser importado no SCCM:

Dell Command-4

Dell Command-5

Logo após gerar o executável, o próximo passo é no console do SCCM usar o botão Import Dell Command | Configure Package como a imagem abaixo mostra. Importante lembrar que as duas pastas dentro de Packages são criadas pelo instalador:

Dell Command-6

Uma vez criado o pacote, salvo o executável e importado para o SCCM o processo é como qualquer outro pacote, fazendo o Deploy para as coleções que deseja configurar o BIOS.

Dell Warranty

Ao baixar e instalar o Dell Warranty ele cria um atalho que abre a janela de comando, já que a ferramenta não tem interface gráfica da Dell. Abaixo inclui o link da ferramenta gráfica da Microsoft disponível na biblioteca TechNet:

Iniciar

Dell Warranty

Note na janela acima que o primeiro comando serve para indicar onde estão os dados do SCCM, por meio do banco de dados. Abaixo o comando DellWarranty-CLI faz o link para o banco de dados do SCCM:

Dell Warranty-1

Na sequencia já podemos pedir para o utilitário com o comando DellWarranty-CLI trazer todos os dados de garantia, como a imagem abaixo demonstra com o resultado em CSV:

Dell Warranty-2

Pode ser visto o nivel de detalhes, como tipo de compra, modelo completo, garantia, tipo de garantia e atendimento, etc.

Com a ferramenta Dell Warranty Extension disponivel em https://gallery.technet.microsoft.com/Dell-Warranty-Status-20-ae67cc13 é possivel ver estes dados clicando com o botão direito no equipamento:

image

Posted: ago 03 2015, 17:14 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Gartner libera novo quadrante de Hypervisors x86

O Gartner liberou no meio do mês passado o novo quadrante de hypervisors x86.
Em relação ao quadrante anterior se destaca o distanciamento entre o VMWare e Hyper-V em relação aos outros produtos
 
No caso da suíte Microsoft o Gartner destaca a integração do System Center com o Hyper-V e Azure para nuvens híbridas, alem de reconhecer que o System Center tem funcionalidades superiores em relação a gerenciamento do ambiente de TI como um todo.
 

Hypervisors Jul-2015

Login