MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Artigos no Wiki MIVP #1 e #2: O que é uma Nuvem Privada? e Nuvem Privada Microsoft – benefícios para as organizações

Iniciando este mês e até Junho em parceria com agência de publicidade para a montagem de 20 artigos referentes a Private Cloud com System Center 2012 será criado um conteúdo relevante e importante em continuidado ao programa MIVP:
http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/7533.portal-mivp-most-influential-virtualization-professional-pt-br.aspx?ocid=soc-n-br-loc

O que é uma Nuvem Privada? (pt-BR)
http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/7517.o-que-e-uma-nuvem-privada-pt-br.aspx

Nuvem Privada Microsoft – benefícios para as organizações (pt-BR)
http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/7719.nuvem-privada-microsoft-beneficios-para-as-organizacoes-pt-br.aspx

Em breve serão postados os próximos 3 artigos:

  1. System Center 2012 - Conheça esta nova Suite de Produtos
  2. System Center Data Protection Manager (DPM) 2012 - Instalação e Configuração
  3. System Center Data Protection Manager (DPM) 2012 - Utilizando Tapes de Modo Eficiente

MMS 2012–Novidades Importantes e Assista Todo o Conteúdo do Evento Online

image

Um evento desse porte realmente merece ser destacado.

Ao longo dos dias irei falar sobre alguns itens interessantes que vi no MMS com posts detalhados, mas vale a pena alguns destaques:

  • Lançamento oficial das versões finais da suite System Center 2012
  • Lançamento oficial do novo MDOP 2012 com a nova versão do App-V 5.0 e um novo recurso chamado de UE-V que permite virtualizar o perfil de aplicações, o que é um muito util em ambientes VDI
  • Lançamento oficial do novo ADK (anteriormente WAIK), incluindo novo ACT, MAP e ferramentas de assessment para migração de Windows 2012
  • Lançamento oficial do novo MDT 2012 incluindo agora suporte a migração de Windows 2012
  • Nome oficial do Windows “8” que agora passa a ser chamado de Windows 2012, seja na versão Server ou Client, o que é bem interessante pensando que todos os novos produtos já lançados como o System Center e o SQL Server usam essa mesma nomenclatura
  • Diversos estudos de caso e resolução de problemas com SCCM, SCOM, SCDPM, Hyper-V e principalmente VDI e migração do Windows XP para Windows 7, onde destaco a palestra “Como migramos 90 mil desktops em 18 meses”

 

Gostaria de assistir as palestras do MMS?

 

Saiba que é possivel assistir a todas as palestras pelo DigitalMMS no endereço http://bit.ly/I2ibM5 por criar uma conta e acessar gratuitamente todo o conteudo, inclusive com a opção de download dos ppts em formato PDF.

Palestra no SQL Pass Saturday RJ em 14/Abr

Foi muito boa a receptividade e o publico que compareceu hoje no SQLSAT #127.

image

Apresentei a palestra: “Dimensionando Hardware e Storage para SQL Server” e segue abaixo os links e o pdf da apresentação:

SQLSaturday_Marcelo Sincic.pdf (1,02 mb)

Compute Capacity Limits by Edition of SQL Server.pdf (92,63 kb)

Recommendations and Guidelines for 'max degree of parallelism' configuration option.pdf (29,08 kb)

Server Memory Server Configuration Options.pdf (103,54 kb)

Analyzing Characterizing and IO Size Considerations.docx (1,87 mb)

Posted: abr 14 2012, 20:00 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Eventos | Hardware | SQL Server

Atualizado: Certificações Microsoft Renovadas–Entenda o que Mudou e Aproveite a Promoção 2x1

Ontem em um anúncio fechado aos Microsoft Learning Partners (CPLS) a Microsoft liberou as novas regras e politicas de certificação.

Algumas eu já havia comentado antes quando surgiu a nova trilha para o SQL Server 2012 em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Treinamentos-Oficiais-e-Certificacao-para-SQL-Server-2012.aspx.

image

Vamos a um resumo:

  • Retornam os nomes antigos, com a mudança no ultimo acronimo: MCSE = Microsoft Certified Solution Expert, MCSA = Microsoft Certified Solution Associate, MCSD = Microsoft Certified Solution Developer
  • No nivel básico, MCSA não é necessário recertificação, mas nos niveis Expert (MCSE/MCSD) a recertificação é obrigatória a cada 3 anos, ciclo de vida dos produtos Microsoft
  • O MCSA vira uma base com exames comuns a diversas especializações, sendo mais fácil conseguir upgrade

Vantagens do novo modelo:

  • Retorna termos conhecidos do mercado que são de clara hierarquia. O atual termo MCTS (especialista) e MCITP (profissional) não deixavam claro qual era maior entre elas
  • O MCSA se torna base comum, o que não acontece com muitos MCTS atuais que são base para apenas um ou no máximo 2 MCITP exigindo que o candidato tenha que fazer muitos exames
  • Serão poucos MCSA, diferente dos inumeros MCTS atuais. Segundo a Microsoft reduzirá em 85% o numero de certificações

Segue o exemplo da certificação de MCSE Private Cloud, já no novo modelo:

image

image

Para garantir que os exames atuais não sofram uma queda de procura a Microsoft está criando uma promoção onde o candidato fará um dos exames atuais e ganha automaticamente um dos novos exames equivalentes, chamada de 2x1 https://www.bsf01.com/creatives/prometric/Microsoft_TwoForOne/TwoForOne_Home.aspx

image

Atualização em 22/04/2012:

A partir do lançamento das novas certificações passa a já ser visualizado nos transcripts a equivalencia, no caso quem era MCITP Server Administrador passa a ter o MCSA Windows 2008:

image

Lembrando que a validade, ou expiração de uma certificação vale apenas para os “Experts” ou MCSE.

Posted: abr 11 2012, 10:46 by msincic | Comentários (11) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação

Certificação em SQL Server 2012–Saiba o que são os SMEs

Recentemente a Microsoft no site Born To Learn divulgou a disponibilidade dos exames Beta do SQL Server 2012 (http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2012/03/22/register-for-sql-server-2012-beta-exams.aspx) e anteriormente já havia adiantado algumas mudanças nas certificações que envolvem o SQL Server 2012 (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Treinamentos-Oficiais-e-Certificacao-para-SQL-Server-2012.aspx).

Agora foi anunciado e divulgado as trilhas oficiais para a certificação em SQL Server 2012 em http://www.microsoft.com/learning/en/us/certification/cert-sql-server.aspx#tab2.

É muito interessante conhecer como é feito o processo de elaboração de um exame de certificação.

No site Connect da Microsoft, utilizado para testes de produtos, existem grupos de SME (Subject Matter Expert) em assuntos e produtos, da qual faço parte e outros podem se increver e preenchendo um questionario para qualificação em https://connect.microsoft.com/site862

Quando um novo exame é cogitado recebemos um email com uma pesquisa sobre o que achavamos do exame anterior e pedindo sugestões de melhora nestes exames. Por exemplo, no caso do SQL Server 2012 recebi um email com a pesquisa e pude indicar quais partes do exame achei que poderiam ser alteradas e sugerir novos itens ou até um novo formato.

Já tendo feito parte de um destes grupos posso afirmar que o processo é muito rigoroso e envolve uma pesquisa de mercado onde é visado facilitar um processo de contratação e alocação de um profissional.

Por exemplo, no exame de Windows Server 2008 que foi atualizado para a versão R2 a pouco tempo, os SMEs receberam um exemplo de como seria o simulador e tópicos que seriam abordados. Todos precisaram assumir um compromisso de não divulgação (NDA) o que reflete a preocupação da Microsoft em não vazar as informações.

Portanto, tenha certeza que ao fazer um exame você estará sendo testado no que as empresas procuram e o mercado internacional está exigindo que um profissional saiba fazer. A presença de pessoas de fora da Microsoft escolhidos pelo perfil como SME é a garantia de que um exame reflete o mundo real.

Ainda tem dúvidas, leia o post no Born to Learn http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2012/02/29/subject-matter-experts-we-want-to-hear-what-you-think.aspx

Posted: abr 02 2012, 11:12 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação | SQL Server
Login
Marcelo de Moraes Sincic | MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Licença de Software NFR (Not for Resale) pode ser usada na empresa?

No grupo de MCT Brasil surgiu esta duvida recentemente por causa das licenças de software que estão acompanhando o Windows 2008, SQL Server 2008 e o Windows 7 (http://www.marcelosincic.com.br/Blog/post/Cursos-de-Windows-2008-dao-copia-do-Windows-2008-Standart-full-(NFR).aspx) para quem faz cursos oficiais. Estas licenças são do tipo NFR, em bom portugues "não para revenda".

Achei interessante falar sobre isso porque mesmo entre os MCTs poucos souberam como funciona este tipo de licença, então seguem as informações que tenho e vale a pena prestar atenção para não correr o risco de ter a empresa multada: 

1    A licença é NFR (Not For Resale), o que significa que é uma cópia integral mas não pode ser repassada, ou seja, não pode ser comprada ou vendida por distribuidores. Isso evita que o aluno ou até o CPLS tente comercializar.

2.   NÃO PODE SER UTILIZADA em empresas, exceto para testes ou avaliação, o que se encaixaria muito bem no caso de utilização doméstica ou testes em ambiente da empresa.

3.   Isso vale para produtos especificados como NFR, no caso o SQL Server e Windows 2008 e do Windows 7 que acompanha o curso 6292.

 

Verifique para detalhes a EULA do SQL Server: http://msdnaa.oit.umass.edu/Neula.asp Not For Resale Software. Product identified as "Not for Resale" or "NFR" may not be resold, transferred, or used for any purpose other than demonstration, test, or evaluation.”

Lei geral de licenciamento de software: http://www.auditnet.org/articles/softwarelicenses.htm Not for Resale (NFR) Software License. These very specific and restricted licenses are made available by Software Vendors directly to the distribution channel software and are typically marked NFR with explicit conditions that it is NOT FOR RESALE. The NFR software is distributed as a promotional or sample product not licensed for normal commercial distribution.”

Posted: fev 04 2010, 15:48 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Outros | Windows

Recriando o boot no Windows 2008 R2 e Windows 7 apos o Disk2VHD

Esta semana utilizamos o Disk2VHD da SysInternals (http://www.marcelosincic.com.br/Blog/post/Ferramenta-para-converter-HD-fisico-(em-uso)-para-VHD.aspx) que é uma ferramenta excepcional para clonar máquinas em uso e criar um VHD. Porem, o Windows 2008 e Windows 7 criam uma partição de boot de 100MB, e ao clonar esta partição não funcionará corretamente.

SINTOMA

Depois de utilizar o Disk2VHD selecionando tanto a partição de boot (100MB) quanto a partição de sistema (no meu caso de 80GB) ao iniciar o SO no Hyper-V acusava "disk error or boot missing Ctrl+Alt+Del to restart".

CAUSA

A partição de boot não contem os arquivos corretos, já que mudou a controladora. Ela indica uma controladora e partição que agora não batem mais com a controladora e partições clonadas.

SOLUÇÃO

Você irá recriar a partição de boot completa e refazer as configurações de inicialização do SO:

Utilize o cd do Windows 7 ou do Windows 2008 R2 e faça boot por ele
Na tela inicial escolha a opção "Repair your System"
Na tela seguinte escolha a primeira opção das duas apresentadas
Escolha a ferramenta "Command Prompt"

Execute os comandos a seguir:
 dispart
 select disk 1
 list volume <verifique qual a partição de boot e a de SO pelo tamanho e anote as letras e numeros>
 select volume 0 <0 = numero da partição de boot , CUIDADO PARA NÃO ERRAR>
 format
 select volume 1 <1 = numero da partição do SO>
 active
 exit

Voltando ao command prompt digite:
 bcdboot c:\windows /s d:   <onde c: é a letra atribuida ao SO e d: a letra da partição de boot>

Nota: O comando que formata a partição de boot não é obrigatório, mas é melhor para que funcione corretamente. Você pode tentar primeiro apenas o comando bcdboot e tentar reiniciar a máquina para ver se o boot estava ok.

O comando bcdboot neste caso está lendo os arquivos do SO que está no diretório C:\Windows mas ao invés de criar o boot no próprio drive C estará criando no drive D que é a partição para o boot.

Posted: jan 29 2010, 14:18 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

BitLocker só funciona com o chip TPM. Verdade ou Mito?

MITO como afirmação, mas VERDADE como prática de uso.

Porque é Mito?

É possivel sim colocar o BitLocker em um hd onde o computador não tem implementado o chip TPM, mas exige uma série de passos que devem ser definidos em GPO. Abaixo vou colocar um passo a passo de como fazer isso.

Porque é Verdade?

Quando um computador não tem o chip TPM e mesmo assim vc habilitou o BitLocker será necessário dar boot na maquina utilizando um pen drive. É isso mesmo que você está pensando, o cara vai ter que colocar o pen drive com a maquina desligada e habilitar na BIOS boot por USB. E se o cara perder o pendrive ou esquecer ele em outro lugar?   Que tenha uma cópia dele, porque a chave de recuperação não funciona para este caso.

Ou seja, é tecnicamente possível mas na prática desastroso !!!!!

Como habilitar o BitLocker em uma máquina sem chip TPM

Execute o aplicativo GPEDIT.MSC e altere a chave abaixo:

Ao abrir a chave habilite a politica e escolha a opção "without a compatible TPM", como mostrado abaixo:

 

Pronto !!!! Execute gpupdate /force e se prepare para ter sempre um pendrive amarrado ao braço e espetado na maquina.

Posted: jan 29 2010, 10:58 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 7

Liberado hoje o Update Rollup 1 do System Center Operations Manager 2007 R2 (SCOM) em Portugues

Hoje foi liberado o Rollup 1 do SCOM 2007 R2. Ele já exisita para a versão em ingles desde 15 de janeiro e hoje foi liberado em portugues no link abaixo:

http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=pt-br&FamilyID=05d30779-2ddc-48dc-aa91-a23167ee2cad

Esta atualização é importantissima pois houveram vários problemas com suporte para o Windows 7 e quando instalávamos o SCOM 2007 no Windows 2008 R2, principalmente o fato de alguns serviços não subirem de jeito nenhum ou os serviços paravam do nada, sem explicação nenhuma.

Quem precisar dos detalhes segue o link do KB: http://support.microsoft.com/kb/974144

Posted: jan 28 2010, 21:12 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Assinatura TechNet: 28% de desconto (U$ 250). Vale a pena?

A Microsoft mais uma vez disponibilizou o código para desconto na assinatura Plus Direct do TechNet, que normal custa U$ 349 e com os 28% vai para U$ 251 com o uso do código TNITE06.

Já recomendei isso a alunos, amigos, estudantes e mesmo empresas: ASSINEM O TECHNET !!!!!!

O motivo é que o TechNet é a maior biblioteca de softwares que vc possa imaginar. Não são apenas produtos Beta mas sim produtos completos. Alem disso contem as versões anteriores, incluindo Win 3.1, Office 95, etc. Todos são licenças full com seriais válidas para ativação pelo periodo da sua assinatura. Um detalhe importante é que as chaves tem que ser ativadas no ano, mas após ativadas não ficam inválidas.

É claro que a assinatura do TechNet não é para usar em ambiente de produção, mas para efeito de avaliação é ótimo. Por exemplo, eu tenho o Windows 2008 R2 no meu desktop de casa e Windows 7 Ultimate no meu note, nas duas maquinas tenho SQL Server 2008 e Office 2007 (agora o 2010 Beta). Nas minhas maquinas virtuais tenho Windows 7 Ultimate, Windows 2008 R2, Windows 2003 Enterprise, Exchange 2010, familia System Center e Sharepoint e vários outros produtos. TODOS ATIVADOS !!!!!

Ou seja, se vc tem um laboratório ou um ambiente de testes, mesmo que com maquinas virtuais, o TechNet vai te ajudar muito. Eu tenho a assinatura a 5 anos e não deixaria de ter por nada neste mundo, principalmente levando em conta que só as licenças que uso no meu note e no desktop de casa já seriam mais de U$ 5 mil.

Clique neste endereço e siga as instruções: http://blogs.technet.com/keithcombs/archive/2010/01/24/new-technet-subscription-28-discount-with-promo-code-tnite06.aspx.

Importante: Lembre-se de ter um cartão internacional nas mãos, se não tem e quer pagar em reais, entre pelo link http://technet.microsoft.com/pt-br/subscriptions/renew.aspx que é no Brasil, mas lembre-se que neste caso o desconto não é valido e vc terá que pagar o valor cheio de R$ 601.

Posted: jan 27 2010, 09:28 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Outros
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'consolidação'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Microsoft Assessment and Toolkit 9.0 (MAP) Lançado

Ontem foi liberado para download o MAP 9.

O MAP é uma ferramenta essencial para avaliação de migração de Windows cliente, Windows Server, Windows Azure, consolidação de banco de dados, consolidação de servidores, virtualização, licenciamento e workload.

Segue o descritivo das novas funcionalidades:

New Server and Cloud Enrollment scenario helps to simplify adoption

Server and Cloud Enrollment (SCE) is a new offering under the Microsoft Enterprise Agreement that enables subscribers to standardize broadly on one or more Microsoft Server and Cloud technologies. The MAP Toolkit 9.0 features an assessment scenario to identify and inventory SCE supported products within an enterprise and help streamline enrollment.

New Remote Desktop Services Licensing Usage Tracking scenario creates a single view for enterprise wide licensing

With an increase in enterprises deploying Remote Desktop Services (RDS) across wider channels, RDS license management has become a focus point for organizations. With the new RDS Licensing scenario, the MAP Toolkit rolls up license information enterprise-wide into a single report, providing a simple alternative for assessing your RDS licensing position.

Support for software inventory via Software ID tags now available

As part of the Microsoft effort to support ISO 19770-2, the MAP Toolkit now supports inventory of Microsoft products by Software ID (SWID) tag. SWID enhanced reports will provide greater accuracy and assist large, complex environments to better manage their software compliance efforts by simplifying the software identification process and lowering the cost of managing software assets.

Improved Usage Tracking data collection for SQL Server Usage Tracking scenarios

As part of our ongoing improvement initiatives, Usage Tracking for SQL Server 2012 has been enhanced to use User Access Logging (UAL). UAL is a standard protocol in Windows Server 2012 that collects User Access information in near real time and stores the information in a local database, eliminating the need for log parsing to perform Usage Tracking assessments. UAL vastly improves the speed and helps to eliminate long lead times for environment preparation associated with running Usage Tracking assessments.

Download the MAP Toolkit 9.0 now!

Posted: dez 17 2013, 16:48 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login