MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Integrando Visualizações do Operations Manager 2012 no SharePoint 2013 com o Visio Services

Uma necessidade que muitos clientes solicitam é a possibilidade de integrar visualizações dinâmicas do System Center Operations Manager 2012 em TVs ou disponibilizar dados publicamente pelo SharePoint ao invés de utilizar o console.

Introdução

Este recurso é possivel por utilizar o Visio Services do SharePoint Enterprise 2013 integrado com o serviço de publicação de dados do SCOM, proporcionando uma visualização como abaixo com o site completo com 3 webparts, ou mesmo usando os Dashboards:

SNAG-0000

Nota: Apenas a primeira das webparts é dinâmica e online. As duas webparts de diagrama são apenas representações estáticas de um arquivo Visio gerado no console do SCOM.

Abaixo detalhes de uma webpart ampliada, onde temos os servidores desejados para a monitoração em tempo real:

SNAG-0001

Como este recurso é interativo, ao clicar com CTRL em um dos servidores, automaticamente será aberto o Operations Manager Web Console com o Healthy Check do servidor:

SNAG-0002

Mostrado o recurso e a sua integração em tempo real, vamos considerar como montar.

Configurando a Integração do Visio com o SCOM

O primeiro passo é baixar o pacote Microsoft Visio 2010 and SharePoint 2010 Extensions for System Center 2012 em http://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=29268

No diretório Client será possivel instalar o conector no Visio que o permite ler dados do SCOM e gerar os Shapes no diagrama, estando disponivel em versão 32 e 64 bits:

SNAG-0015

Ao abrir um novo documento no Visio agora será possivel na barra de ferramentas ver a opção Operations Manager e clicando no botão Configure temos as opções para indicar o servidor Operations Manager

SNAG-0006

O primeiro dos itens que pode ser utilizado é o Add Status que inclui uma pequena tabela para indicar quando os dados foram atualizados, o que é muito util dentro do SharePoint:

SNAG-0007

Na sequencia podemos acrescentar os shapes desejados com o botão Insert Shapes, bastando selecionar a classe desejada e o objeto que será monitorado, como o exemplo abaixo:

SNAG-0009

Em alguns casos podemos utilizar shapes já existentes no Visio, por exemplo shapes de maquinas reais ou outros tipos de objeto da biblioteca existente. Isso é possivel utilizando o botão Link Shape e definir o objeto do SCOM que aquele shape representa:

SNAG-0010

Este processo também pode ser usado quando exportamos um Dashboard para Visio e depois vinculamos os objetos reais aos shapes no arquivo. Para isso pode ser usado o botão Reconcile Shapes onde o wizard listará todos os objetos e será mais rápido que o exemplo acima:

Reconciliate1

Selecione o tipo de atributo existente no desenho que será usado para mapear com os objetos do SCOM:

Reconciliate2

Por fim, o wizard irá mostrar os objetos que não foram encontrados correspondência e permitirá a ligação manual:

Reconciliate3

A partir deste momento já é possivel testar a integração do Visio com o SCOM clicando com o botão nos shapes e verificando o Healthy Explorer ou na lista External Data que aparece a cada objeto adicionado:

SNAG-0014

Configurando a Integração entre o SharePoint e o Visio

No mesmo pacote temos o diretório com o aplicativo que deve ser executado no SharePoint para integrar a webpart de Visio com o SCOM:

SNAG-0016

Após executar o setup abra o SharePoint Administration Portal e em Applications Management –> Manage Service Applications –> Visio Graphics Service –> Trusted Data Provider verifique se no Visio Service foi incluido o SCOM como fonte de dados:

SNAG-0017

SNAG-0018

SNAG-0019

SNAG-0020

Se a conexão acima não aparecer automaticamente, será necessário criar a entrada manual, por clicar em Add e digitando a linha acima de identificação do Assembly de conexão. Este passo está descrito no PDF do pacote de integração para intalação manual dos componentes de integração.

O passo seguinte é criar uma Document Library para colocar os arquivos Visio criados anteriormente. Esta pasta não necessita de qualquer dado ou configuração adicional, apenas fazendo o upload dos arquivos, como o exemplo abaixo:

SNAG-0005

Na sequencia edite umá página qualquer existente no SharePoint e adicione uma nova webpart Visio Web Access e defina nas propriedades qual será o arquivo mostrado na página. Veja também que é possivel configurar o tempo de atualização, o tamanho da webpart, aparência geral e outros:

SNAG-0004

Integrando o SharePoint com o SCOM

Os Dashboards do SCOM podem ser utilizado livremente no SharePoint, após instalar os componentes usando o DVD do SCOM. O primeiro passo é copiar a pasta Setup\xamd4\SharePoint do DVD do SCOM para o SharePoint:

ComponentSCOM

Abra o SharePoint Management Shell e execute primeiro o comando para permitir a execução do script e o script para instalação dos Assemblies:

Set-ExecutionPolicy Unrestricted

.\install-OperationsManager-DashboardViewer.ps1 solutionPath  “<<Local onde os arquivos foram copiados>>”

Quando perguntar o site, deixando em branco será instalado para todos os existentes.

Após a instalação entre em um site onde deseja utilizar a webpart e verifique em Site Settings –> Site Collection Features se o componente Operations Manager Dashboard Web Part está ativado, como o exemplo abaixo:

SharePointfeature

Agora já está disponivel, edite uma página do SharePoint e acrescente a webpart Operations Manager Dashboard:

SahrepointView1

Na sequencia defina o Dashboard que será mostrado utilizando o link do Operations Manager Web Console, como o exemplo abaixo:

SahrepointView2

Conclusão

Utilizando o pacote de integração podemos criar páginas no SharePoint dinâmicas permitindo a qualquer usuário com permissão em um site ou página acompanhar dados de monitoração do ambiente.

Posted: ago 14 2013, 19:15 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Ferramenta da Dell para System Center Configuration Manager 2012 SP1

A ferramenta SCCM Right Click Tool é gratuita e muito útil para quem administra SCCM 2012 e compatível com a versão SP1.

Instalação

Para baixar a ferramenta use o link http://en.community.dell.com/techcenter/os-applications/w/wiki/4309.sccm-right-click-tools.aspx

A instalação é muito simples e deve ser instalada nas estações onde existam o console do SCCM, e não há necessidade de instalar no servidor do SCCM.

Funcionalidades

O RCT cria opções em 3 diferentes grupos de funcionalidades: Client Actions, Client Logs e Client Tools:

image

O Client Logs permite abrir qualquer log do SCCM nos clientes instalados. Isso se torna muito útil, já que abrir remotamente o log não é complicado, mas trabalhoso.

Em Client Actions temos a possibilidade mais importante desta ferramenta, que é executar remotamente as ações do agente. Por exemplo, hoje para forçar o inventário em um agente abrimos o painel de controle e executamos a ação. Com o RCT um administrador de SCCM pode remotamente executar qualquer das ações:

RightClick-1

No menu Client Actions são possiveis várias ações remotas diretamente no sistema operacional do cliente, como por exemplo, reiniciar o computador, abrir os discos, visualizar os processos em execução e executar comandos remotos:

RightClick-2

Um exemplo de ação remota é a visualização dos processos em execução na estação:

RightClick-RunningProcess

Portanto, o uso dessa ferramenta facilita muito o dia-a-dia do administrador e pode ser considerada indispensável!

Posted: ago 02 2013, 16:37 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Novo Ano Fiscal da Microsoft, Novos Requisitos de Competências e Certificações

Com o inicio do novo ano fiscal da Microsoft recebemos as novas competencias e requisitos valendo a partir de Janeiro/2014.

Entre os destaques estão as novas competencias de Azure e Office 365, bem como a especialização “Hosting” em diversas competências.

Seja você profissional ou administrador de times, fique atento as novas certificações e não espere janeiro para estar em conformidade e correr o risco de perder a competência.

Seguem alguns destaques:

  • Caem as certificações de Exchange, SharePoint, Visual Studio, TFS e Lync 2010 e agora irão valer Exchange, SharePoint e Lync 2013 e Visual Studio e TFS 2012
  • Caem as certificações em Windows 2008 R2 e passa a ser necessário MCSA: Windows 2012
  • Em várias competências entra a certificação MCSE: Private Cloud (70-246 e 70-247)
  • Os exames do MCSE:Windows Server Infra 2013 (70-413 e 70-414) passa a ser obrigatórios para competencias de infra
  • Para as certificações de Infra passa a existir a qualificação “Hosting”, por exemplo para Datacenter e Messaging

O documento completo pode ser baixado https://mspartner.microsoft.com/pt/br/pages/membership/downloads/microsoft-partner-network-competency-roadmap.aspx

image

Posted: jul 26 2013, 12:40 by msincic | Comentários (4) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Certificação

Administrando Windows Azure com o System Center AppController

Um dos produtos da suite System Center pouco conhecidos é o AppController. Sua função é tornar o uso de ambientes Private Cloud reais, por proporcionar um portal de auto-atendimento simples com uma interface web.

É importante ressaltar que o AppController não é apenas uma atualização do Virtual Machine Manager Self-Portal, pois ele tem as funcionalidades novas do VMM 2012 SP1 como controle de cotas, instânciamento de serviços e integração com o Windows Azure, que será tratado neste post.

Configurando a conta Windows Azure no AppController

O primeiro passo é integrar no AppController a conta do Azure e para isso é necessário primeiro cadastrar um certificado digital no portal do Azure, opção Settings –> Management Certificates onde poderá fazer o upload do certificado:

image

Este certificado é utilizado para autenticar o acesso e pode ser emitido por qualquer IIS na opção Certificates –> Self-Signed e depois fazer a exportações e upload no Azure.

O passo seguinte é cadastrar esta conta do Azure e o certificado no AppController:

Imagem1

Realizados estes passos já será possivel ver a conta no AppController:

Imagem2

Ao clicar na conta do Azure, terá uma lista das VMs criadas no ambiente, com o nome de cada VM, a localização geográfica do Datacenter selecionado e as instâncias criadas:

image

No menu Virtual Machines podemos ver a lista de VMs disponiveis, onde tanto VMs locais (Private Cloud) como as VMs no Azure podem ser administradas de forma integrada:

image

Note que na tela acima temos na parte de baixo dois paineis, o esquerda mostra os dados básicos da VM e na direita o serviço que serviu de origem para esta instância, uma vez que as VMs no Azure podem ser criadas por se fazer o upload de um VHD pronto. No exemplo acima, ao clicar no design vemos detalhes e podemos alterar os dados:

Azure2

Criando VMs no Azure com o AppController

A criação de maquinas virtuais pelo AppController é muito simples e permite um nivel de customização maior que pelo próprio Windows Azure Portal.

A primeira forma de fazer isso e também a mais simples, é no menu Virtual Machines usar o Add:

Azure3

Uma segunda forma é por utilizar a lista de contas ou selecionando na Library a imagem que será utilizada para instanciar a nova maquina virtual, com a opção Deploy:

Imagem4

Imagem8

Será aberta a janela de design para definição dos componentes da VM, como mostrado abaixo:

Imagem5

Note que os links permitem selecionar os itens como a imagem de máquina virtual desejada, a rede e a localização geográfica do Datacenter desejado:

image

image

Conclusão

Utilize o System Center AppController para administrar de forma integrada seus ambiente de Private Cloud e Public Cloud em um único console de forma simples, baseada em serviços e funcional.

MVA: Gerenciamento de pequenas e medias empresas com System Center Advisor

Hoje foi disponibilizado um novo MVA (Microsoft Virtual Academy) que criei a algumas semanas, alem do post que criei em Abril http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Monitoracao-de-Servidores-com-o-System-Center-Advisor.aspx

O objetivo deste MVA é apresentar a ferramenta de monitoração gratuita e eficiente de forma simples e didática, com os 3 modulos:

image

Aproveite esta nova oportunidade: http://www.microsoftvirtualacademy.com/training-courses/gerenciamento-de-pequenas-e-medias-empresas-com-system-center-advisor

Posted: jul 02 2013, 11:45 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'idera'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Ferramenta para monitorar o Sharepoint e SQL Server FREE: Idera SharePoint performance monitor e SQL-Check

Ontem terminei um treinamento de Sharepoint 2007 (MOSS) e um dos alunos na sala (Andre Santiago da NET) me perguntou após o módulo de monitoração se não existia uma forma mais fácil de monitorar.

No momento comentei com eles que o Performance Monitor era a ferramenta com mais detalhamento, mas sabe como é, sexta a noite, ultimo dia de curso, vespera de feriado, e acabei esquecendo que a Idera tem uma ferramenta simples e fácil de monitorar o Sharepoint que faz parte do pacote PointCheck.

Porem, a Idera recentemente liberou "pedaços" de seus monitores para aguçar a fome de administradores de sistemas. Para quem quiser, veja as telas abaixo e clique nos links:

 

Donwload em: http://www.idera.com/Products/Free-Tools/SharePoint-perf-monitor/

Download em: http://www.idera.com/Products/Free-Tools/SQL-check/

Posted: fev 13 2010, 16:07 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Sharepoint | SQL Server
Login