MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

System Center Configuration Manager 2012 - Parte II

Veja a parte I: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-I.aspx

Neste segundo post vou começar a descrever as mudanças que ocorreram na primeira tab do console administrativo, que se chama "Administration". Note que as configurações nos itens de configuração não sofreram mudanças significativas em relação ao SCCM 2007, pelo menos na parte de administração.

Basicamente este grupo de funções substitui a hierarquia do site do SCCM 2007 e mostra de forma muito organizada as diferentes configurações do ConfigMgr. As opções são separadas em:

  • Site Hierarchy - Configurações de Boundary do ambiente, Address e Senders
  • Site Operations - Configuração das features dos servidores, lista de servidores, dados de cada site
  • Client Agent Settings - Configurações default dos agentes (clique direito) e especificas por grupo (Ver parte I)
  • Alert Manager - Destaque para os alertas ativos do sistema de monitoração do Site System
  • Distributions Point - Gerencia os diferentes distribuidores
  • Distributions Pont Groups - Cria e gerenciar os grupos de distribuição
  • Migration - Concentra as opções que são relativas as versões anteriores (SMS 1 e 2)

 
Interface principal de Administração

Alguns destaques alem dos já mencionados na parte I é a facilidade de encontrar as configurações. Porem, alem disso a redistribuição ficou muito boa.

Um dos exemplos notáveis é na parte de configurações dos diferentes sites de sua hierarquia. No SCCM era necessário entrar em cada site para configurar e ver as o~pções de cada um, em uma interface que muitas vezes ficava confusa. Note na imagem acima que para ver as diferentes configurações de cada site existe um sistema com botões no rodapé que utiliza o quadro de detalhes no meio da página para mostrar as configurações. Basta clicar sobre o item desejado e configurar as opções relativas a ele.

Também ficou muito interessante a configuração dos componentes. Antes havia na árvore o item "Component Configuration" dentro de cada site para configurar os diversos componentes. Agora esta opções está embutida nas propriedades do site, como mostra a figura abaixo:


Nova interface de propriedades do Site com as configurações de Componentes

O mesmo se dá com a parte das configurações de segurança que agora ficaram muito mais simples na árvoce "Security" com interfaces muito similares as do SQL Server para dar premissões, não mais é necessário ficar selecionando as permissões em uma lista com opções individuais. Na nova interface as permissões são mostradas com o checkbox de seleção para as desejadas. O mesmo vale para os security scopes que também estão mais simples.

Mas um item que ficou excelente, bem como a interface de configuração dos sites, e merece destaque é a configuração de distribuidores e grupos. Como agora possuem uma árvore de menu própria se tornou mais simples listar os servidores e utilizando o Task Panel lateral incluir um servidor em um ou mais grupos simultaneamente.

Porem, uma interessante feature nos grupos de distribuição é a possibilidade de escolher os grupos por meio de uma coleção. Não será mais necessário incluir um servidor nos grupos, bastaria criar uma coleção e vincular ao grupo de distribuição e automaticamente ele fará parte do grupo !!!!


Nova interface para criação de Distribution Point Groups

Estas são as principais mudanças que encontrei na parte de "Administration" da nova interface. No próximo post irei abordar as mudanças na parte "Monitoring", depois "Assets and Compliance" e por último "Software Library", já que este demanda mais tempo para mapear as melhorias.

Veja a parte III: http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-III.aspx

Posted: jun 22 2010, 21:55 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Configuration Manager 2012 - Parte I

A algumas semanas havia comentado a disponiblidade para usuários Beta da primeira versão disponibilizada para a comunidade técnica (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext.aspx). Vou começar uma série de posts sobre a minha primeira impressão do ConfigMgr vNext.

1. Instalação

A instalação foi muito tranquila, unica restrição foi que não instalou no SQL Server 2008 R2. Antes instalar o SCCM precisei baixar o arquivo instalador full do .NET 4.0 já que no Windows 2008 a versão nativa é a 3.5. A ferramente PreReq funcionou muito bem (exceto pelo SQL R2) e forneceu os caminhos necessários para instalar os componentes faltantes, como já era no SCCM SP2.

Algo que me impressionou no processo foi a rapidez, na mesma maquina que instalei o vNext eu havia instalado anteriormente o SCCM SP2+R3 para o webcast e a instalação do vNext foi muito rápida e limpa.

2. Interface Visual

Finalmente temos uma interface sem o tradicional tree view com divisões que até os mais experientes reclamavam do chamado "caminho de rato" necessário para configurar uma determinada feature. A nova interface segue o modelo do Operations Manager (SCOM) e ficou muito organizada, alem de agrupar configurações em telas unicas, como por exemplo, as configurações dos agentes.

Seguem as telas iniciais e algumas das funcionalidades que achei bem interessantes:

 
Ferramenta de gerenciamento, com os paineis laterais com os agrupamentos e tarefas comuns e no meio o caminho para as tarefas em cada grupo

 


Nova interface para configuração dos agentes, agora simplificado em uma única tela

3. Configurações de Agentes customizadas

Essa é uma novidade que faz a diferença e já era esperada no R2 ou R3 e não havia sido ainda implementada.

Hoje quando se faz a configuração dos agentes não é possivel definir o grupo especifico e agora no vNext sim, ou seja, podemos ter agentes de inventário rodando semanalmente no departamento de marketing e mensalmente na produção.

Seguem abaixo as telas para definição de agentes customizados:


Criação de uma politica de agentes customizada

 
Para as politicas customizadas é possivel indicar para quais grupos ou coleções ela será aplicada

4. Instalação do Client

Assim como a rápida e limpa instalação do servidro, o mesmo aconteceu para o cliente que instalou na minha VM que é um Windows 2008 R2 Domain Controller. Falo isso porque até então instalar o cliente do SCCM em um DC rodando W2K8 R2 era uma tarefa complicada (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Instalando-Client-do-Configuration-Manager-no-Windows-2008-R2-(Domain-Controller).aspx).

A performance dos inventários foi excelente, bem como a leitura das definições. Em menos de 5 minutos após instalado já estava com as features habilitadas e em 7 minutos completou os inventários.

Bastou ir até a pasta Client no share, que aliás manteve exatamente as mesmas estruturas do ConfigMgr 2007, e executar o CCMEXEC. Note que o cliente não mudou a aparencia, mas agora ele é totalmente compativel com Windows x64 e inclui as novas funcionalidades também presentes no R3 como Power Management. Apenas o nome dos agentes mudou para indicar que são da versão nova:


Interface do Client indicando que executa os agentes do vNext

Já está disponivel a parte II (Administração) em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext-Parte-II.aspx

Posted: jun 19 2010, 10:31 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

PPT do Webcast System Center Configuration Manager 2007 SP2 R3

Segue o pdf dos slides utilizados no webcast sobre as novidades do SCCM com SP2 e R3. Para quem não assistiu siga o link http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/TechNet-Webcast-Visao-Geral-Tecnica-System-Center-Configuration-Manager-2007-SP2-e-R3-dia-262010.aspx e clique em inscrição e faça o download do webcast gravado.

Aproveito para agradecer aos 44 participantes online e ao Wesley Fernandes que fez a moderação e mantem um blog muito interessante (http://wesleey.spaces.live.com/) para quem é da área de MGMT.

 Webcast SCCM SP2+R3.pdf (1,76 mb)

Posted: jun 04 2010, 11:58 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Roadmap da familia de produtos System Center

A tabela abaixo é bem elucidativa e ajudará aqueles que estão planejando o deploy de produtos da familia System Center já pensando em suas novas versões.

Algumas das versões já estão em RTM, com o Service Manager (SCSM), Data Protection 2010 (SCDPM) e Essentials (SCE). Já o Configuration Manager (SCCM) e o Desktop Optimization Pack (MDOP) estão com seus releases quase prontos, principalmente o R3 do SCCM (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Novidades-do-System-Center-Configuration-Manager-2007-Novidades-no-R3-e-International-Client-Pack-para-o-SP2.aspx)

Porem, algo interessante pode ser visto nesta lista, a geração vNext está englobando o SCCM, SCOM, SCVMM e SCSM o que é uma grande novidade e necessidade também. Isso pode ser bem explicado pelo fato de hoje termos bases duplicadas de monitoração com o ConfigMgr e o OpsMgr, e agora com o ServMgr integrando com o SCOM. A versão Beta 1 do vNext foi liberada no final da semana passada (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/System-Center-Configuration-Manager-vNext.aspx) e pretendo assim que terminar o webcast na quarta do SCCM SP2+R3 (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/TechNet-Webcast-Visao-Geral-Tecnica-System-Center-Configuration-Manager-2007-SP2-e-R3-dia-262010.aspx) fazer uma série de post do vNext

Instalando os relatórios da feature "Power Management" do SCCM R3

O System Center Configuration Manager 2007 R3 possui uma interessante coleção de relatórios ajustados para a feature de gerenciamento de energia (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Green-IT-no-System-Center-Configuration-Manager-R3-Power-Management.aspx), porem diversos usuários que estão utilizando o R3 TAP não estão achando os relatórios.

Este problema é porque o R3 apenas copia o pacote de relatórios mas não o instala automaticamente. Para fazê-lo siga os passos abaixo, lembrando que só funcionará se o seu Configuration Manager tem o serviço do SQL Server Reporting Services integrado:

1- Acesse a árvore do menu acima e utilize a opção "Copy Report to Reporting Services"

 

2- Ao invés de fazer o processo normal de deploy dos reports, escolha o modo de importação e referencie o arquivo que está no diretório C:\Program Files (x86)\Microsoft Configuration Manager\Reports\Power Management e tem o nome MicrosoftReportPack

Pronto, seus relatório agora estão importados e basta executá-los, lembrando de antes seguir os passos descritos no post acima para habilitar os serviços.

Posted: mai 31 2010, 16:12 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'lync planning tool'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Desenhando Soluções de Microsoft Lync 2013

Uma das tarefas de arquitetura é determinar posicionamento, carga, roles e configurações de um produto.

Em muitos produtos a Microsoft fornece aplicativos que permitem fazer o desenho  da topologia com informações detalhadas, e um destes é o Microsoft Lync Server 2013 Planning Tool disponivel em http://www.microsoft.com/en-us/download/confirmation.aspx?id=36823

A ferramenta é simples de instalar, mas muito útil e fornece informações que serviram de base para o desenho final. É importante lembrar que ferramentas de design de topologia servem de referência, mas cabe ao arquiteto utilizar estas informações para fazer o desenho final da solução desejada.

Irei neste artigo detalhar a ferramenta e a cada dado especificado tentar colocar o que será afetado na topologia conforme a opção escolhida.

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Definição de Roles

Ao abrir a ferramenta podemos ver diversos detalhes e iniciar o processo. Do lado esquerdo temos uma série de links para entender a ferramenta, a barra de ferramentas com as funcionalidade de geração das planilhas Excel (XML) e desenho em Visio. No centro temos como ler um design salvo (File…Open…botão Display) ou criar um novo desenho em Design Sites:

09-09-2013 07-29-38

Ao iniciar o desenho de uma nova topologia será necessário inserir os dados de como o cliente irá utilizar o Lync. O primeiro destes dados é sobre Audio/Video conferencia que influirá diretamente no número de Frontend Servers necessários, apesar de ser ponto a ponto (peer-to-peer) quando utilizado o Lync Client:

09-09-2013 07-29-53

Dial-In é o recurso do Lync de permitir que um usuário entre na conferencia diretamente por um telefone comum utilizando um número criado para cada meeting. É importante lembrar que este recurso depende da integração entre o Lync e o PBX VoIP:

09-09-2013 07-30-11

Web Conferencing são as reuniões (meetings) entre usuários de Lync Client e usuário externos na internet. Diferente da primeira opção (Audio/Video), aqui estamos identificando que o cliente irá fazer reuniões com usuários não locais, o que é bem diferente e irá impactar em Edge Server e Frontend Servers:

09-09-2013 07-30-33

Enterprise Voice é o recurso da integração do Lync Server com o PBX VoIP, que alem da integração entre o cliente do Lync e o telefone também faz o encaminhamento de mensagens para o Exchange, o Voice Admissions para conferencias (Dial-in Conference) e outros recursos. Essencial lembrar que para isso é necessário ter a licença Lync Enterprise para o cliente e o servidor. Habilitar esta configuração impacta no numero de Frontend, Mediation e Gateway Server (se o PBX não é diretamente compatível com o Lync):

09-09-2013 07-30-47

Quando se implementa o recurso acima (Enterprise Voice) é possivel criar a integração entre o Lync Server e o Exchange Server. Por exemplo, ao receber uma mensagem na caixa postal do ramal esta mensagem é transformada em texto pelo reconhecimento de voz do Lync Server e enviada para o email do usuário em forma de texto e arquivo de som anexado. Esta configuração exige o Exchange Server 2010 e preferencialmente o Exchange 2013, alem de impactar no número de Frontend Servers:

09-09-2013 07-31-01

O CAC(Call Admission Control) é um recurso do Lync quando integrado ao PBX para trazer qualidade as ligações. Com ele o Lync controla a banda de VoIP fazendo o roteamento para linhas comuns (PSTN) quando a internet WAN utilizada para ligações IP estiver com tráfego alto.  É essencial para garantir qualidade nas ligações em sistemas integrados:

09-09-2013 07-31-14

A monitoração irá gerar dados detalhados da qualidade e utilização do Lync para estatisticas e geração de relatórios, o que permitirá ao administrador verificar a demanda e priorizar os investimentos na topologia quando precisar de expansões. Esta função é uma role separada de outras, apesar de ser possível ser compartilhada em um mesmo servidor físico Frontend:

09-09-2013 07-31-25

O Archive é o recurso que no Outlook cria uma pasta “Conversation History” ou um botão de histórico no Lync Client. Ele pode ser configurado para utilizar o SQL Server ou o Exchange 2013. O ideal é sempre utilizar o Exchange, assim a integração com o Outlook é garantida, porem apenas com o Exchange 2013 ela é possível. Utilizar o SQL Server irá criar uma base de dados pequena, uma vez que no IM (Instant Messenger) não costumamos utilizar imagens ou sons. É uma role separada, podendo ser compartilhada com outras roles assim como as outras:

09-09-2013 07-31-36

O Chat Persistente é um recurso utilizado para habilitar uma tab no cliente Lync 2013 onde é possivel criar conversações que ficam arquivadas e disponiveis para leitura posterior pública ou limitada a uma lista de usuários especificadas pelo criador da conversação. Impacta no número de Frontend Servers e no espaço utilizado no banco de dados do Lync:

09-09-2013 07-31-47

É a role que suporta o acesso para dispositivos móveis, lembrando que o Lync 2013 já possui clientes para iOS, Android e Windows Phone, permitindo inclusive chamadas de voz. Impacta no número de servidores Frontend e principalmente Edge Servers:

09-09-2013 07-31-56

O recurso de federação permite que os clientes do Lync internos se conectem com clientes MSN e outros. Com este recurso é possivel que os usuários corporativos usem o Lync para conversar com usuários Microsoft Live e impacta no número de Edge Servers necessários, e está disponivel gratuitamente no Lync 2013 para a licença Enterprise:

09-09-2013 07-32-07

Alta disponibilidade irá definir a necessidade de cluster do SQL Server e pools de Frontend e Edges Servers:

09-09-2013 07-32-17

Obviamente, serve apenas como informativo para os relatórios de ranges de IPs necessários no projeto final:

09-09-2013 07-32-27

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Definição de Sites

No próximo passo é necessário definir quantos sites o cliente possui, o que será utilizado em cada site e para quantos usuários.

Note que as perguntas anteriores servem para indicar os recursos que serão considerados nesta fase. Ou seja, é possivel alterar as opções anteriores por clicar nos checkboxes em cada site. Conferir com cuidado o que cada site utilizará de recursos é importante neste ponto, já que em geral cada site tem diferentes necessidades:

09-09-2013 07-33-11

Esta opção serve apenas como informativo para o numero de certificados e o desenho final gerado, com os sites existentes no clientes:

09-09-2013 07-33-27

As próximas duas telas definem métricas de reuniões e voz que serão consumidas. Estes dados são baseados em experiência e histórico que podem ser obtidas com o pessoal de telecomunicações do cliente:

09-09-2013 07-33-37

09-09-2013 07-33-46

Para integração com o PBX é possivel utilizar gateways (equipamentos dedicados a fazer o roteamento entre o PABX tradicional e o Lync), SIP Truking (integração direta com o PBX VoIP e o Lync) ou conexão já existente. Estas definições são realizadas pelo pessoal de telecomunicações previamente ao design do Lync:

09-09-2013 07-33-56

Neste ponto definimos o percentual de usuários que tem ramais integrados para Unified Messaging. Na maioria das empresas não são todos os funcionários que possuem ramal próprio ou que precisem deste recurso, por exemplo para mesas de atendimento rotativo. Este dado é definido pelo cliente em questionários prévios:

09-09-2013 07-34-05

Defina quantos usuários irão fazer acesso externo, o que implica em mais servidores Edge do Lync:

09-09-2013 07-34-17

Defina quantos usuários utilizaram o recurso de Chat Persistente. Este dado é díficil de ser levantado, já que dificilmente a empresa terá isso antes do projeto. Porem, pode-se usar o percentual padrão de 20% que são aqueles que utilizam recursos assim, já que a grande maioria usa apenas o IM, sem criar salas de discussão. Um bom parametro para saber se este recurso é muito utilizado é por verificar a utilização de Pastas Públicas do Exchange:

09-09-2013 07-34-27

Defina o percentual de usuários que utilizarão os clientes Android, iOS e Windows Phone:

09-09-2013 07-34-35

Mediation Server é a role que faz integração entre o PBX e o Lync. Defina se irá utilizar um servidor único ou compartilhado para esta função. Obviamente que impacta no número de servidores e depende do número de ramais existentes no PBX:

09-09-2013 07-34-45

Por último defina sites que se conectam a sua estrutura. Neste caso são locais que conectam nos servidores localizados no site que foi definido e não locais onde haverá estrutura separada de servidores, o que e considerado outro site:

09-09-2013 07-37-02

Terminado de definir os dados do site, pode-se repetir a operação várias vezes para outros sites, lembrando que entende-se como "Central Site” aqueles locais onde haverá servidores Lync:

09-09-2013 07-37-15

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Visualizando Resultados

09-09-2013 07-38-19

Ao clicar no botão Draw no final dos questionários podemos ver a topologia básica necessária, com os sites definidos.

Note que na lateral direita temos a configuração total de servidores necessários, onde temos a necessidade de servidores fisicos e roles:

09-09-2013 07-38-36

Clicando em cada site é possivel ver a estrutura sugerida, como o exemplo abaixo. Veja que na lateral direita em Ações é possivel retornar ao desenho global e ter acesso aos documentos online da Microsoft para as tarefas de planejamento, bem como a documentação de construção do ambiente:

09-09-2013 07-39-31

Ainda em cada site é possivel ver detalhes (3 abas seguintes), como a topologia IP para os servidores Edge com os ranges necessários, bem como as URLs. Importante que os ranges de IP e os nomes são apenas sugestões e precisam ser alterados para se adequar ao ambiente do cliente:

09-09-2013 07-41-18

09-09-2013 07-41-42

09-09-2013 07-41-53

 

Utilizando o Lync Planning Tool – Exportando os Dados

Utilizando a barra de ferramentas do Planning Tool vemos a possibilidade de criar um arquivo Visio com todos os diagramas gráficos mostrados nas imagens anteriores ou criar uma planilha Excel com os relatórios:

09-09-2013 07-38-49

O Visio exportado concentra todos os desenhos de topologia global e de sites separados em abas, podendo ser útil para apresentar ao cliente visualmente o design, uma vez que é possivel alterar os desenhos já que são baseados em stencils e não gráficos:

09-09-2013 07-43-13

A planilha Excel traz os relatórios de dados detalhados em abas, incluindo informações adicionais como o hardware necessário para cada servidor, o posicionamento e as configurações de firewall e certificados. Esta planilha é essencial na seção de requisitos a ser entregue ao cliente para preparação da implementação do ambiente Lync 2013:

09-09-2013 07-44-39

 

CONCLUSÃO

A ferramente Lync Server 2013, Planning Tool é um recurso inestimável para quem faz arquitetura de soluções tanto para pequenas quanto grandes empresas. Seus relatórios de necessidades de certificado, firewall e configurações ajudam mesmo quando estamos falando de um único servidor para todas as funções.

Posted: set 09 2013, 09:57 by msincic | Comentários (4) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login