MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Lançamento do System Center 2022–Ainda Vale a Pena? Será descontinuado?

A primeira vez que recebi o premio de MVP foi na categoria System Center, que depois alterou para Cloud and Datacenter Management (CDM).

Com o crescimento exponencial das clouds publicas os ambientes on-premises passaram a ser integrados também aos recursos disponíveis em cloud publica e/ou migrados.

Então recebo constantemente a pergunta “O System Center vai morrer?” e até afirmações “System Center foi descontinuado”.

Com o lançamento do System Center 2022 em 1o de Abril voltamos estas perguntas https://cloudblogs.microsoft.com/windowsserver/2022/04/01/system-center-2022-is-now-generally-available?WT.mc_id=AZ-MVP-4029139

Sendo assim vamos a algumas questões e usarei uma apresentação que fiz no MVPConf.

O que levou a essas conclusões?

  • Atualizações semestrais foram descontinuadas (1801, 1909, etc), as atualizações seguiram o modelo anterior de Update Rollups a cada 12 a 18 meses e novas versões a cada 3 ou 4 anos
  • Configuration Manager teve sua ultima versão 2012 R2 como a ultima que fazia parte da suíte System Center e passou a ser Enpoint Manager na familia do Intune
  • Service Manager teve um comunicado do time de produtos em 2018 onde afirmavam que o produto não seria descontinuado
  • Operations Manager não tinha uma integração com o Azure Monitor
  • Virtual Machine Manager não dava suporte a recursos novos do Hyper-V e suporte limitado ao Azure
  • Orchestrator com poucos pacotes de integração para 3rd partners

Configuration e Endpoint Data Protection Manager

  • Foi deslocado da família System Center para a família Endpoint Management
  • Integração com Intune e novos recursos do Azure como Analytics (Log e Desktop)
  • Possibilidade de utilizar roles diretamente na web (CMG)
  • Licenciamento foi integrado nas licenças de Microsoft 365, Enterprise Mobility Suite (EMS), Intune add-on e CoreCal Bridge

Conclusão: O produto não foi descontinuado nem se tornou uma nova família para se “desprender”, e sim um reposicionamento para o time de gerenciamento de Windows.

Operations Manager

  • Os Management Packs foram todos atualizados para os produtos novos (Windows Server 2019, Exchange, SharePoint, etc)
  • Foi disponibilizado um Management Pack para Azure que permite fazer toda a monitoração e dashboards, recebeu integração com o Log Analytics, que alimenta os dados para uso no Azure Monitor
  • Reduz custos e tem melhor performance nos alertas para servidores on-premisse, quando o ambiente é integrado com o Azure Monitor
  • Projeto Aquila permitirá usar o SCOM como SaaS (fonte: ZDNET e Directions)

Conclusão: Continua como uma ferramenta importante para ambientes on-premisse. Para ambiente cloud o Azure Monitor e outros são indicados.

Virtual Machine Manager

  • Está sendo atualizado com os recursos novos do Windows 2019, mas o timeline entre novos recursos do Windows e a inclusão seguem os Update Rollups, de 12 a 18 meses
  • Ainda é muito importante por conta de recursos em Cluster de Hyper-V e monitoração para quem utiliza
  • Windows Admin Center vem incluindo diversos dos recursos que o VMM possui, mas os wizards do VMM são superiores

Conclusão: Para grandes Clusters o VMM é indispensável, mas para gerenciamento de servidores Hyper-V segregados o Admin Center é uma boa opção.

Data Protection Manager

  • Manteve as características principais de backup apenas de produtos Microsoft on-premisse (SQL, Hyper-V, Exchange, etc) e VMWare. Não tem previsão de inclusão para produtos de terceiros
  • Não suporta serviços do Azure, cada serviço do Azure possui ferramentas próprias de backup. Aceita agentes em Azure VMs, porem deve-se levar em conta custo de download
  • Possui a versão gratuita Microsoft Azure Recovery System (MARS) que é um subset do DPM sem suporte a fitas

Conclusão: Para ambientes Microsoft on-premisse ou Azure VMs para discos locais ou fitas ainda é importante, mas ambientes Azure utilizar os recursos nativos de cada serviço.

Service Manager

  • Portal de autoatendimento agora em HTML 5
  • Suporta integração com BMC, ServiceNow e outros, mas alguns conectores são pagos (3rd SW)
  • Manteve-se fiel ao modelo ITIL v3
  • A construção de workflows foi melhorada incluindo uma interface mais amigável e mais recursos de integração com o Orchestrator

Conclusão: É uma ferramenta da suíte que recebeu poucos avanços e manteve sua dependência do Orchestrator, que torna mais complexa a administração. Mas como faz parte da suíte é financeiramente justificável no conjunto.

Orchestrator

  • Os Integration Packs foram todos atualizados para os produtos novos (Windows Server 2019, Exchange, SharePoint, etc)
  • Integration Packs de 3rd SW nem todos possuem atualizações, na maioria são pagos
  • Agora suportando PowerShell v4 permite que se crie novas funcionalidades por código, o que remove as limitações dos Integration Packs

Conclusão: Continua como uma ferramenta importante para ambientes on-premisse. Para ambiente cloud o Azure Monitor e outros são indicados.

Alternativas ao System Center

Com os avanços das ferramentas integradas como Hybrid usando Azure Arc e Azure Automation, você poderá estender os mesmos recursos nos servidores on-premises equivalentes ao System Center.

image

Integrando Updates de Fabricantes com o System Center Configuration Manager (Endpoint Protection Server)

Uma das necessidades que muitos administradores de TI tem é fazer o update de forma centralizada.

Isso se deve a ter um unico ponto de contato, evitar instalar mais softwares de fabricantes, principalmente para drivers de clients e servers com vários fabricantes.

Já bem estruturado e desde a versão 2012, o SCCM tem a capacidade que se chama SCUP (System Center Update Service) para isso.

Utilizando o SCUP

É bem simples de ser usado, vá ao site do fabricante que pode ser de HW ou SW e consiga a URL com o arquivo cab de atualizações. Dentro desse arquivo irá ter as definições em XML dos updates e requisitos. Por exemplo ele contem os updates com a lista de servidores e maquinas compativeis, ou requisitos de software para updates como Adobe e Autodesk.

Depois que tiver a URL vá em Software Library –> Software Updates –> Third-Party Software Updates e inclua o catálogo como a imagem abaixo:

Anotação 2019-12-30 180714-2

Anotação 2019-12-30 180714-3

Dai em diante basta aguardar que ele finalize o processo de sincronização e utilizar o botão Subscribe to Catalog para iniciar os updates:

Anotação 2019-12-30 180714-4

Eles irão aparecer junto com os updates de Windows para serem aprovados, com uma classe a parte para se criar as regras automaticas de Deploy.

Posted: mar 08 2020, 22:57 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center 2019 e Windows Server 2019 – Upgrade in place II

Com o lançamento oficial do System Center 2019 semana passada agora já podemos testar a migração da versão final.

https://cloudblogs.microsoft.com/windowsserver/2019/03/07/coming-soon-microsoft-system-center-2019?wt.mc_id=4029139

Nova Politica de Versões

Na nova politica de versões do System Center, não haverá os canais Semi-Anuais como Windows.

Ou seja, você terá a versão 2019 por aproximadamente 3 anos com os updates que em geral ocorrem 3 vezes por ano.

Isso significa que diferente das primeiras versões que foram o 1801 e 1807, daqui em diante não teremos mais esse mesmo tipo de nomenclatura retornando ao antigo modelo de versões com updates (2019 UR 99).

Importante: System Center Configuration Manager continua com o canal Semi-Anual

https://docs.microsoft.com/en-us/system-center/ltsc-and-sac-overview?wt.mc_id=4029139

Executando o Upgrade

No mesmo documento acima, vemos o suporte para upgrade in-place que é garantido até as ultimas 2 versões.

Isso significa que os usuários das versões 2012 R2 precisarão primeiro fazer o upgrade para a 1801 e depois para o SC 2019.

Importante: System Center Configuration Manager terá as regras de update diferentes, dependendo do canal escolhido

Assim como o upgrade da versão 2016 para a 1801 foi tranquila e já demonstrei aqui http://www.marcelosincic.com.br/post/System-Center-2019-e-Windows-Server-2019-Upgrade-in-place.aspx, a migração do 2019 tambem foi bem satisfatória.

Todos eles precisamos apenas confirmar a instalação, apenas com excessão do SCOM e VMM que é necessário o upgrade de agentes.

O DPM não executei o upgrade pois atualmente utilizo o Microsoft Azure Backup que é um subset especializado para backup no Azure.

System Center Operations Manager (SCOM)

SCOM (2)

SCOM (3)

No caso do SCOM uma mudança é agora poder ativar pela interface no “About”, antes era necessário fazer pelo PowerShell com o comando Set-SCOMLicense.

SCOM (1)

Lembrando que no caso do SCOM é necessário autorizar o upgrade do agente para todos os servidores logo após a instalação. Caso não o faça continuará havendo comunicação, mas ele irá criar alertas constantes de aviso e novos recursos podem ocasionar falha nos agentes.

System Center Service Manager (SCSM) e System Center Orchestrator (SCO)

Literalmente nada precisou ser feito ou alterado e o mesmo aconteceu com o Orchestrator.

Service Manager (1)

Service Manager (2)

System Center Virtual Machine Manager (SCVMM ou VMM)

O VMM já exigiu um pouco mais de trabalho, pois é necessário rever as contas no “Run-AS” que agora limita contas locais e reinstalar os agentes.

No meu caso, fiz o exercicio de desinstalar para validar se apenas utilizando o banco de dados retornaria e funcionou!

VMM (1)

VMM (2)

VMM (3)

VMM (4)

System Center 2019 e Windows Server 2019 – Upgrade in place

Como conhecido, o System Center saiu em sua nova versão, agora seguindo o mesmo conceito de Branch (Current Branch) do Windows. De agora em diante veremos as versões seguindo o numero que indica a edição:

image

A versão 2019 da suite não teve alterações em layouts ou funcionalidades principais, mas acrescenta diversos recursos novos.

Atualmente temos disponivel a nova versão 1801, que se aproxima muito do que será a versão 2019 que terá como build 1901 com data de lançamento previsto em Março.

Estes recursos podem ser visualizados no link: https://thesystemcenterblog.com/2018/09/25/whats-new-in-system-center-2019/

Upgrade do System Center Configuration Manager

O SCCM já desde a versão 2016 tem o upgrade como uma funcionalidade nativa e automática. Sempre foi muito estável e fácil de ser realizada, ficando disponivel em Administration –> Updates and Services:

Upgrade SC (10)

Após iniciado, pode-se ir pelo menu da barra superior e acompanhar toda a instalação passo a passo:

Upgrade SC (1)

Lembrando que não é possivel interagir com o upgrade após iniciado, mas em caso de se escolher deixar as features desabilitadas no menu mostrado na primeira imagem, escolha a opção Features para incluir uma das novas.

Pessoalmente sempre prefiro fazer a instalação dos upgrades sem selecionar features e depois incluir as que desejo, assim posso estudar o impacto e real necessidade de mais componentes sendo executados no servidor.

Upgrade do System Center Service Manager

Tambem simples de ser realizado, insira a midia do SCSM e ele já entrará no modo de upgrade onde você irá selecionar qual dos servidores locais está sendo atualizado. Lembrando que é importante saber a estrutura para escolher a função correta do servidor que está sendo atualizado, no meu caso o Management Server:

Upgrade SC (2)

Upgrade SC (6)

A atualização é bem tranquila, e ao final já está executando. O novo portal de auto-serviço agora oferece a experiencia HTML5 sem necessidade de componentes adicionais:

Upgrade SC (9)

Upgrade do System Center Operations Manager

A Microsoft realmente aprendeu a fazer upgrades de versão com o System Center transparentes, rapidas e eficientes. O mesmo vale para o SCOM.

Similar ao SCSM, basta incluir a midia e executar o modo de upgrade:

Upgrade SC (3)

Upgrade SC (8)

A mensagem de Warning na tela acima existe desde as versões anteriores. Como os instaladores do System Center não pedem chave, em alguns é necessário fazer a inserção da chave posteriormente.

Para inserir a chave, execute o PowerShell do SCOM e utilize o comando, lembrando que agora a chave de instalação do System Center é a mesma para toda a suite desde a versão 2012:

Set-SCOMLicense -ProductId 'xxxxx’

Upgrade do System Center Orchestrator e Virtual Machine Manager

Para fazer o upgrade do SCO tive que primeiro desinstalar o servidor. O motivo no meu caso foi a instalação de um update no meio do ano que era beta e com isso o upgrade automático não é possivel.

Nesses casos, faça a desinstalação do servidor com a opção Retain Database ativada, mesmo sendo a do SCVMM a do Orchestrator é similar:

Upgrade SC (7)

Depois de desinstalar a versão anterior, ou mesmo para um refresh, refaça a instalação com a opção de utilizar um banco de dados já existente:

Upgrade SC (4)

Upgrade SC (5)

Upgrade SC (12)

Com isso a instalação tanto do System Center Orchestrator quanto do Virtual Machine Manager finaliza com os mesmos dados existentes.

Em muitos casos, o Orchestrator e o Virtual Machine Manager para no meio da instalação com um erro genérico de banco de dados, com a mensagem: “DBSetup.exe fails with unknown error 0x800A0E7A”

Se isso acontecer no seu caso, baixe e instale o SQL Server 2012 Native Client – QFE disponivel em https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=50402

Upgrade do Windows Server 2019 com Serviços de System Center

Em alguns dos servidores, antes de fazer o upgrade do Windows realizei o upgrade do System Center.

Isso porque o System Center 2019 é compativel com o Windows Server 2012 R2, mas o contrário não. Isso quer dizer que é mais confiavel primeiro o upgrade dos serviços e depois do Sistema Operacional que tambem é compativel.

Upgrade SC (11)

Conclusão

O upgrade dos servidores System Center são estáveis, mas lembre-se de sempre ter um backup das bases de dados se ocorrer um problema nessas fases.

Tambem é importante lembrar das regras de ordem, em geral os Management Servers antes das outras funções.

Adquirindo e Licenciamento o Azure OMS – Operations Management Suite

Apresentamos muitas vezes ao cliente esta solução, que executada no Azure traz beneficios muito grandes para que é administrador de TI.

Já foi muito falado do OMS, originalmente chamado de System Center Advisor, depois de Log Insights (http://www.marcelosincic.com.br/post/Utilizando-o-Azure-Log-Analytics-(OMS)-e-o-SCOM-na-Mesma-Maquina.aspx e http://www.marcelosincic.com.br/post/System-Center-Advisor-Previewe28093Novidades.aspx)

Gosto muito de demonstrar as soluções de Health Check (Active Directory e SQL) e Change Log:

image

Mas muitos não entendem como é o licenciamento para se adquirir essa solução.

Quais são as possibilidades de adquirir?

Primeiro é bom lembrar os níveis básicos que um espaço de gerenciamento (como são chamados as “tenants”) podem ser:

image image
  • Free – Útil para testes pois não limita a apenas alguns dos pacotes de soluções, mas a coleta é limitada a 512kb por dia de logs e retenção de apenas 7 dias
  • Standalone – Permite coletar sem restrição de tamanho e retenção de 30 dias (pode ser customizado), não tem preço por servidor/nó e sim por storage consumido. Porem, não permite utilizar todos os pacotes de soluções, que precisam ser adquiridos em pacotes E1 ou E2
  • Standard e Premium – Permite coletar sem restrição, retenção de 365 dias e permite utilização de pacotes de soluções, dependendo do nivel escolhido
  • OMS – Este é o bundle E1 ou E2 que pode ser adquirido conforme a necessidade de pacotes, com preço por nós gerenciados e que inclui licenciamento do System Center e outros serviços

Qual dos modelos vale a pena?

Se a sua intenção é utilizar os contadores e soluções como Healthy Check e algumas analises, pode optar pelo plano Standalone onde poderá usar diversas soluções pagando apenas o tanto de log que armazenar.

Porem com o Standalone não é possivel evoluir para outras soluções, como análise de tráfego de rede e mapeamento de soluções.

Por conta dessa limitação, o ideal é ter os bundles de OMS onde poderá escolher as soluções e ainda incluir uma série de serviços e consumo já embutido, alem de todo o licenciamento System Center.

OMS pacotes E1 e E2

Sem dúvida é a melhor opção para empresas, onde você adquire serviços e pacotes com o System Center incluso (ou via add-on se já tiver) e pode utilizar outros serviços já incluidos no preço.

https://www.microsoft.com/en-us/cloud-platform/operations-management-suite-pricing

image

Como vemos na imagem acima, os bundles são compostos de pacotes de gerenciamento (imagem abaixo), serviços como Backup e Site Recovery e o licenciamento de System Center.

Isso é bem interessante quando comparamos os custos de cada um dos serviços e o que eles já incluem:

image

image

Basta comparar o custo de cada pacote de gerenciamento com o valor do E1 e E2 para notar que não vale a pena aquisição Standalone/Standard/Premium, apenas o custo do pacote de Protection/Recovery já é praticamente o valor do bundle E2.

E se eu já tenho o licenciamento de System Center ou o Windows CIS (Cloud Infrastructure Suite)?

Neste caso não precisará pagar duas vezes o System Center, pois como o E1 e E2 já incluem pode adquirir por add-on, ou seja acrescer ao pacote que já possui podendo optar por continuar renovando o licenciamento do CIS/System Center ou convertendo para OMS:

image

Pessoalmente acho bom para este caso continuar com o licenciamento do System Center/CIS, pois posso utilizar alguns nós com OMS e outros não dependendo do modelo de monitoração que desejo adotar.

Como posso estimar e comparar e decidir estes custos?

A Microsoft possui uma calculadora onde você seleciona os serviços e recebe a comparação entre os bundles OMS E1 e E2 ou aquisições standalone: http://oms-calculator-webapp.azurewebsites.net/home

image

Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'sccm sp2'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Últimos posts

Categorias

Tags

Centro de Treinamento TechNet–System Center Configuration Manager 2007 SP2 e R3

Foi muito bom ter recebido hoje a noticia da publicação de mais um Centro de Treinamento TechNet que pude participar.

Na semana passada foi publicado o Centro de Treinamento MSDN sobre desenvolvimento de aplicações com WPF (Novo Centro de Treinamento no MSDN–WPF 4.0)

Eu esperava ansioso pela publicação desta nova trilha de aprendizado para os profissionais de TI que tive o privilégio de organizar e participar na gravação dos videos, e os profissionaios mais um vez vão poder usufruir do trabalho de 3 MVPs: Eu, Raphael Perez (dotnetwork.com.br) e o Igor Humberto (Só Bits na Mente).

Foi um trabalho demorado, já que foi necessário usar várias VMs, preparar PPTs e montar demos, mas ficou muito bom, pois alem dos videos linkamos os tópicos da biblioteca técnica do TechNet correspondente.

Segue o link http://technet.microsoft.com/pt-br/hh264602

ee402630_CentroDeTreinamento2

System Center Configuration Manager 2007 SP2 e R3

Nesta trilha você aprenderá sobre a importância de um ambiente com gerenciamento centralizado. Veremos como o SCCM 2007 poderá ajuda-lo a distribuir software, realizar inventários, gerir conformidades, suporte remoto, economizar energia, relatórios gerenciais do parque de máquinas e outras importantes funções.


Gerenciando ambiente, Instalação e Configuração inicial do ambiente

Iniciaremos com um briefing sobre gerenciamento de ambientes e como o SCCM 2007 cumpre esta tarefa. Passaremos para a instalação, pré-requisitos e configuração inicial para o ambiente com SCCM 2007 em uma rede


Breve visão de gerenciamento


Instalação e pré-requisitos do SCCM 2007 SP2 e R3


Configuração inicial do ambiente da rede para o SCCM


Configurando sites secundários


Pré-requisitos e instalação (inglês)


Configurando sites para boa performance (inglês)


Novidades do System Center Configuration Manager 2007 SP2 e R3


Configurando boundaries e papeis do SCCM 2007 (inglês)


Instalação dos clientes e Inventários

Neste tópico saberemos como é realizado o descobrimento e a instalação dos agentes do SCCM. Também abordaremos como configurar, realizar e utilizar os inventários de software e hardware.


Configurando o servidor para descobrir e instalar clientes


Configurando os agentes de inventário


Utilizando os inventários e gerando relatórios


Instalando clientes (inglês)


Configurando a descoberta de clientes (inglês)


Configuração e uso de inventários (inglês)


Distribuição de Software, Updates e Sistema Operacional

Um dos principais recursos do SCCM é sua capacidade de controlar o envio, instalação e controle de softwares. Veremos como integrar o SCCM ao WSUS para distribuição centralizada e controlada dos updates.


Configurando os servidores e agentes para distribuição de software


Criando pacotes, programas e anúncios de software


Integrando o WSUS com o SCCM e distribuindo updates


Integrando SCUP com o WSUS para distribuir updates para softwares não-Microsoft


Configurando o SCCM para distribuir imagens de Sistema Operacional


Utilizando o SCCM para distribuir Sistema Operacional


Distribuição de software com o SCCM 2007 (inglês)


Distribuição de updates com o SCCM 2007 (inglês)


Distribuição de SO com o SCCM 2007 (inglês)


Gerenciando o parque de máquinas

Neste tópicos abordaremos as features que nos permitem gerenciar o parque de máquinas e gerenciar o uso de aplicações, bem como as funcionalidades adicionadas pelo R3.


Gerenciando software com o Software Metering


Utilizando o Asset Inteligence para gerenciamento de aplicações


Utilizando o Desired Configuration Manager (DCM) para garantir uniformidade


System Center Configuration Manager 2007 R3 e o Cliente Verde


Utilizando o Software Metering (inglês)


Utilizando o DCM para compliance de ambientes (inglês)


Gerenciamento de energia com o SCCM 2007 R3 (inglês)


Wake Up On Lan com o SCCM 2007 (inglês)


Relatórios, Monitoração e Manutenção do SCCM 2007

Conheça os relatórios nativos do SCCM 2007, bem como os integrados ao SQL Server Reporting. Monitores os diferentes logs, contadores de performance e ambiente do SCCM 2007. Prepare-se para recuperação de falhas.


Integrando o SCCM 2007 ao SSRS


Breve visão dos relatórios do SCCM 2007


Criando queries e relatórios no SCCM 2007


Monitoração e analise do ambiente


Backup e restore do SCCM 2010


Instalando relatórios no SCCM e SRSS 2008 (inglês)


Desenvolvendo queries e relatórios no SCCM 2007 (inglês)


Recuperação de desastres (inglês)

Posted: jun 13 2011, 08:10 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Problema ao instalar Configuration Manager (SCCM SP2) no Windows 2008 R2

SINTOMA

Ao tentar instalar o ConfigMgr no Windows 2008 R2 você poderá enfrentar o problema abaixo ao chegar na fase de download dos pré-requisitos (Component manifest was not found or it was invalid):

Erro

Ao olhar o log criado no raiz do disco de instalação encontrará o seguinte trecho:

<01-04-2011 15:48:14> Checking for component updates...
<01-04-2011 15:48:14> Downloading component manifest...
<01-04-2011 15:48:14> Downloading
http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=141733 as ConfigMgr.manifest.cab
<01-04-2011 15:48:16> checking if there's an explicit proxy server.
<01-04-2011 15:48:16> WinHttpSendRequest failed 80072ee7
<01-04-2011 15:48:16> Download() failed with 0x80072EE7
<01-04-2011 15:48:16> Failed to download manifest (0x80072EE7)
<01-04-2011 15:48:17> Failed to download prerequisite components (0x80072EE7)

SOLUÇÃO

O primeiro passo a se fazer neste caso é tentar fazer o download pela URL apresentada acima e ver se o problema não é o IE Enhanced Security que precisa ser desligado para permitir o download:

IESC

Baixe o arquivo ConfigMgr.manifest.cab e copie em uma pasta vazia ou mesmo que já contenha os updates de versões anteriores do SCCM 2007 e inicie novamente o processo de setup.

Posted: jan 04 2011, 16:03 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Suporte a Intel vPro no System Center Service Manager e no Configuration Manager

No webcast que realizei com o Wesley (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/TechNet-Webcast-Visao-Geral-Tecnica-System-Center-Configuration-Manager-2007-SP2-e-R3-dia-262010.aspx) comentamos que o Configuration Manager SP2 tem suporte ao Intel Core vPro. Hoje fo anunciado que o Service Manager 2010 também terá suporte a tecnologia Intel vPro. Porem já recebi 5 emails me perguntando o que é o Intel Core vPro.

O Intel Core vPro é uma tecnologia que a Intel criou para suporte e funcionalidades envolvendo consumo de energia de uma máquina.  Como o foco é a parte de gerenciamento, com o vPro é possivel capturar o console de uma maquina diretamente pelo processador !!!

Imagine a situação onde um computador recebe um novo hardware, precisa de uma atualização de dados da BIOS ou firmware, alterar alguma configuração da BIOS ou mesmo uma tela azul causada por software ou hardware (exceto processador, obviamente). Com o Intel vPro o administrador acessa remotamente a console BIOS da maquina destino pelo rede, um console real.

Coloque este cenário no SCCM ou no SCSM e você poderá resolver um problema em um servidor mesmo que este esteja na tela de inicialização acusando que o disco primário ou a controladora SCSI está desconectada ou mal configurada. Com o Intel vPro você conseguirá entrar remotamente configurar ou apenas apertar o F1 como é comum nestes casos sem ter que se movimentar fisicamente.

Este recurso, como vocês podem supor, é essencial para datacenters e ambientes remotos sem administração localizada. Se você tem interesse em utilizar este recurso saiba que é precisa configurar o Out-Of-Band Management e ter certificados digitais. Veja o procedimento no video localizado em http://www.microsoft.com/belux/technet/nl/chopsticks/default.aspx?id=998

Alem disso você também conta com uma série de recursos que permitiram monitorar e gerenciar melhor o consumo de energia do hardware. Estes recursos podem ser vistos em detalhes no link ao final deste post.

Fonte SCSM: http://blogs.technet.com/b/systemcenter/archive/2010/06/14/latest-intel-core-vpro-processor-remote-management-capabilities-available-for-system-center-service-manager.aspx

Fonte técnica do vPro: http://www.intel.com/portugues/products/vpro/index.htm

Instalando o System Center Configuration Manager 2007 SP2 R2 no Windows 2008 R2

Atualizei um sistema com System Center esta semana para o Windows 2008 R2 e me deparei com um problema novo. Os serviços aparentemente subiam, o cliente instalava e localiza o site code. Porem, não havia comunicação entre o cliente e o servidor e nos logs a role Management Point (MP) acusava o erro abaixo. Alem desse erro também é necessário instalar algumas features especificas no IIS 7.5 para funcionar os relatórios.

SINTOMA 1 – Não comunica com o Management Point

No log do cliente acusa erro de comunicação com o IIS e no log do servidor acusa erro de instalação do WebDav.

CCMExec.log - <![LOG[[CCMHTTP] HTTP ERROR: URL=http://<server>/ccm_system/request, Port=80,

MPSetup.Log - Failed to get WebDAV settings on the machine (0x80070002)

Ao verificar o IIS a feature webdav está instalada e o site Default Web Site está em execução normalmente.

CAUSA

No Windows 2008 R2 o IIS não habilita o WebDav automaticamente, é necessário habilitá-lo. Alem disso o WebDav por padrão tem acesso anonimo desabilitado e no IIS 7.5 precisa ter uma definição por role de acesso explicito.

SOLUÇÃO

Siga os passos indicados abaixo para resolver o problema com o WebDav:

1- Abra o Default Web Site e clique sobre a feature WebDav:

 

2- Habilite o WebDav e inclua uma regra de autoria (Add Authoring Rule) permitindo acesso Read para All Users:

3- Altere as propriedades marcadas abaixo para permitir o acesso anonimo, desabilitar o customizado e permitir o list:

Referencia: http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc431377.aspx

 

SINTOMA 2 – Relatórios não aparecem no Reports

O problema é mostrado na página principal do console ao tentar executar qualquer relatório:

http://servidor:80/SMSReporting_GRP/reports.asp  Erro 404.3

CAUSA

O IIS 7.5 por padrão instala a feature ASP.NET e não a feature ASP apenas.

SOLUÇÃO

Execute o Server Manager, clique sobre a role Web Server e escolha a opção Add Feature e proceda como na figura abaixo:

image

Basta entrar e executar agora os relatórios.

Posted: mar 07 2010, 20:09 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center

Liberado o SP2 do System Center Configuration Manager (SCCM)

A Microsoft estava com o Beta do SP2 desde março e no dia 22 lançaram o RTM para upgrade meio na "surdina".

Para quem não acompanhou o SP2, ele resolve muitos problemas com PXE e acrescenta funções para suporte ao Windows 7 e finalmento o suporte para versões 64 bits (x64) do Windows 2008, Windows Vista e Windows 7 que padeciam no ambiente 32 bits com diversos no agente.

http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=3318741A-C038-4AB1-852A-E9C13F8A8140&displaylang=en

Posted: out 29 2009, 11:24 by msincic | Comentários (6) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: System Center
Login